Buscar
  • Portal Moksha

Xamanismo


"Xamanismo é reverenciar, amar e honrar todos os seres!"

 


O xamanismo é um conjunto de crenças ancestrais. Sua prática estabelece contato com outros planos de consciência, a fim de obter conhecimento, poder, equilíbrio, saúde. Propicia tranquilidade, paz, profunda concentração, estimula o bem estar físico, psicológico e espiritual. As práticas e técnicas usadas no xamanismo incluem danças, canções, batidas de tambores e outros instrumentos musicais, meditação, discussão, partilha de conhecimentos, testemunhos e histórias.


 
1. fenômeno de natureza mágico-religiosa, característico dos povos siberianos da Ásia setentrional, definido pelas aptidões e capacidades sobrenaturais imputadas a um feiticeiro, o xamã, reconhecido como o líder espiritual das comunidades.
2. conjunto de manifestações, ritos e práticas presentes em inúmeras sociedades humanas e centralizadas na figura do xamã, em seu papel de intermediação entre a realidade profana e a dimensão sobrenatural, em seus transes místicos e nos poderes mágicos e curativos que lhe são atribuídos.

Definições de Oxford Languages


 

A palavra “xamã” vem de “saman”, termo usado pelos Tungus da Sibéria, povo do nordeste da Sibéria, para se referirem “àquele que conhece”. A história do Xamanismo está ligada a era mais remota da humanidade, quando a arte, religião e ciência eram considerados frutos de uma única essência. Sua intenção era extrair da natureza tudo que fosse possível para benefício do homem.


O xamanismo pode ser tradicional, se levar em consideração os ensinamentos antigos e aplicá-los em seus rituais e pode ser neo-xamanismo, quando utiliza adaptações urbanas em suas práticas terapêuticas. Existem regiões que unem o xamanismo tradicional e o neo-xamanismo como a junção de diversos conhecimentos.



O sacerdote do xamanismo é o xamã, o especialista da comunidade nas relações do além, do outro mundo, o mundo superior e o mundo interior, um esgrimista do mundo sobrenatural, um expert do êxtase. Entra em transe durante rituais xamânicos, manifestando poderes incomuns, invocando espíritos, plantas etc., através de objetos rituais, do próprio corpo ou do corpo de assistentes e pacientes. A comunicação com estes aspectos sutis da vida pode se processar através de estados alterados de consciência. Estados esses alcançados através de batidas de tambor, danças, sonhos e até ervas enteógenas.


O xamanismo é constante em diversas manifestações indígenas brasileiras. A palavra "pajé", de origem Tupi, se popularizou na literatura de língua portuguesa em referência ao xamã. Seu estudo, descrições de caso e comparação, tem sido recomendado para facilitar a implementação de práticas de assistência à saúde culturalmente adequadas.



Praticar xamanismo é ir em busca da excelência espiritual, é enxergar a realidade existente por trás dos conceitos, é se harmonizar com as marés naturais da vida. É trilhar o Caminho Sagrado, atravessando os portais da mente, das emoções, do corpo e do espírito.


Buscar a força interior e o reencontro dessa com os ensinamentos da natureza. Para os adeptos do xamanismo, a cura para todos os males está dentro de cada ser e por isso ninguém pode curar ninguém e sim a pessoa cura a si mesma.



Você tem interesse em aprender sobre o Xamanismo? Venha conhecer o curso sobre a Terapia Xamânica, 100% online. Clique aqui e aprenda as terapias xamânicas desenvolvendo processos de equilíbrio físico, emocional e espiritual de forma natural através dos ensinamentos da natureza.


Gostou do post? Compartilhe!



 

Fontes: https://pt.wikipedia.org/wiki/Xamanismo, https://super.abril.com.br/mundo-estranho/o-que-e-xamanismo-2/,https://mundoeducacao.uol.com.br/filosofia/xamanismo.htm, https://www.xamanismo.com.br/, https://universomistico.org.br/o-que-e-xamanismo/, https://www.iquilibrio.com/blog/espiritualidade/xamanismo/xamanismo-significado/, https://www.significados.com.br/xamanismo/


72 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Apometria